ME DEIXE SER CRIANÇA

6º Concurso de Desenho do Colégio Rio Branco - 2021


Obra: Denise com carneiro branco - Cândido Portinari

» Artigo sobre Candido Portinari

Cândido Portinari é um dos maiores expoentes da arte brasileira, não apenas por suas qualidades artísticas e pelo seu reconhecimento internacional, mas, principalmente, por contribuir com a fundação de uma cultura nacional no Brasil. Sua obra é ao mesmo tempo singular, ao retratar as mazelas sociais brasileiras, e universal, ao retratar o sofrimento humano.


A Organização Internacional do Trabalho (OIT), em colaboração com a parceria global Aliança 8.7, lançou o Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil em 2021, com o objetivo de promover ações legislativas e práticas para erradicar o trabalho infantil em todo o mundo.

O Ano Internacional foi aprovado por unanimidade em uma resolução da Assembleia Geral da ONU em 2019. O principal propósito do ano é instar os governos a fazerem o que for necessário para atingir a Meta 8.7 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS).

A Meta 8.7 conclama os Estados membros que tomarem medidas imediatas e eficazes para erradicar o trabalho forçado, acabar com a escravidão moderna e o tráfico de seres humanos e garantir a proibição e eliminação das piores formas de trabalho infantil, incluindo o recrutamento e uso de crianças como soldados, e, até 2025, pôr o fim ao trabalho infantil em todas as suas formas.

Nos últimos 20 anos, quase 100 milhões de crianças foram retiradas do trabalho infantil, reduzindo o número de 246 milhões, em 2000, para 152 milhões em 2016. No entanto, o progresso entre as regiões é desigual. Quase metade do trabalho infantil ocorre na África (72 milhões de crianças), seguida pela Ásia e Pacífico (62 milhões).

A crise da COVID-19 trouxe consigo uma situação de maior pobreza para as pessoas que já se encontravam em situação de vulnerabilidade, podendo reverter anos de avanço no combate ao trabalho infantil. O fechamento de escolas agravou a situação e milhões de crianças trabalham para contribuir com a renda familiar.

Disponível em 2021 Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil (OIT Brasilia)


REGULAMENTO

Público-alvo:

Alunos do 2º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio e alunos do Centro de Educação para Surdos Rio Branco.

Categoria Adulto — Participação especial de pais, mães ou responsáveis.

Entrega dos trabalhos: De 31 de maio a 06 de agosto de 2021.
Divulgação dos resultados: Dia 30 de setembro.

Ficha de inscrição 2021


Critérios

Técnica livre de pintura ou desenho. Na técnica livre, subtende-se trabalhar sobre o papel canson A4 com a técnica preferida: tinta aquarela, guache, acrílica, pastel, giz de cera, nanquim, lápis de cor, caneta hidrocor, fluorescente, canetas pretas etc.

Cada participante poderá concorrer individualmente com apenas um desenho;
O desenho deverá:
1) ser identificado com nome, série e categoria no verso;
2) ser entregue em pasta compartilhada com a ficha de inscrição preenchida com autorização de uso de imagem;
3) ser feito em papel canson branco sulfite, canson ou similar, no tamanho A4. Para tinta, é necessário o papel de gramatura mais firme, como, por exemplo, A4 - canson ou papel vergé gramatura 300grs branco.
É proibida a cópia ou plágio de desenhos existentes e publicados em mídias sociais;
Serão eliminados os participantes que não atenderem aos critérios do regulamento.


Comissão julgadora

A comissão julgadora será composta por professores convidados, funcionários, alunos e membros da equipe pedagógica. Os desenhos serão submetidos à votação pelas redes sociais do Colégio ou presencialmente.


Classificação e premiação


Categorias: desenho em papel canson (A, B, C, D, E, F, G)

Categoria EFI A - 2º e 3º anos Ensino Fundamental, inserir desenho e ficha de inscrição aqui: CATEGORIA A

Categoria EFI B - 4º e 5º anos Ensino Fundamental, inserir desenho e ficha de inscrição aqui: CATEGORIA B

Categoria C - 6º a 8º anos Ensino Fundamental, inserir desenho e ficha de inscrição aqui: CATEGORIA C

Categoria D - 9º ano Ensino Fundamental e 1ª série Ensino Médio, inserir desenho e ficha de inscrição aqui: CATEGORIA D

Categoria E - 2ª e 3ª séries Ensino Médio, inserir desenho e ficha de inscrição aqui: CATEGORIA E

Categoria F - CES, inserir desenho e ficha de inscrição aqui: CATEGORIA F

Categoria adulto/família G, inserir desenho e ficha de inscrição aqui: CATEGORIA G



FICHA DE INSCRIÇÃO 2021


Cerimônia de premiação: A premiação será realizada na Noite dos Grandes Talentos, com formato e data a serem confirmados ao longo do ano.


Saiba mais:

Trabalho infantil — A cada 15 dias morre uma criança vítima do trabalho infantil no Brasil

O trabalho infantil é o trabalho da criança e do adolescente que viola o direito internacional e a legislação nacional. O conceito inclui as piores formas de trabalho infantil, como a escravidão ou práticas similares à escravidão, o uso de uma criança para prostituição por atividades ilícitas, trabalho realizado por crianças menores de idade mínima para esse tipo de trabalho. Saiba mais


Pandemia — Vídeo (YouTube)

Atualmente, na África, 72 milhões de crianças estão nessa situação, o que representa quase metade de todos os casos de trabalho infantil no mundo. A região é seguida por Ásia-Pacífico com 62 milhões.

Cerca de 70% dos casos ocorrem na agricultura e quase metade são de crianças em situações de perigo para suas vidas e saúde. A crise da Covid-19 adicionou o risco de pobreza a essas pessoas que já viviam em situação frágil, e pode reverter anos de progresso e de luta contra o trabalho infantil. Com a pandemia, homens e mulheres também ficaram mais expostos ao tráfico humano. Saiba mais


Infância roubada — UNICEF | Infância Roubada

O Ano Internacional quer reunir ações contra a prática até dezembro. O prazo para submeter as promessas de ação dos governos é 30 de março. O progresso será documentado em blogs, vídeos e material de áudio.

Nos últimos 20 anos, quase 100 milhões de crianças foram resgatadas do trabalho infantil em todo o mundo. Entre 2000 e 2016, os números caíram de 246 milhões para 152 milhões.

O diretor-geral da OIT, Guy Ryder, disse que não existe mais espaço na sociedade para esse tipo de prática que não só rouba o futuro das crianças, mas também lança as famílias na pobreza. Saiba mais


África do Sul — OIT e CPLP lançam documentário sobre Trabalho Infantil

O Ano Internacional servirá como preparação a Quinta Conferência Global sobre Trabalho Infantil que está marcada para a África do Sul em 2022. Os participantes deverão apresentar os resultados de suas ações e fazer compromissos adicionais para acabar com a prática até 2025.

Em seus 100 anos de história, a OIT tem advogado pela abolição do trabalho infantil. Uma das primeiras Convenções adotadas pela Agência foi sobre a idade mínima de trabalhadores na indústria. Saiba mais


Para refletir:

IBGE: trabalho infantil diminui no país, mas ainda preocupa
IBGE: Brasil tem 4,6% das crianças e adolescentes em trabalho infantil


Professoras de Artes:

Anaí Marinho
Adelaide Monteiro
Denise Ayres
Elyete Yarid
Gabriela Diaz
Helena Negreiros
Janice de Piero