22/06/2016

Com uso de Snapchat, alunos estudam o gênero Poema

Os alunos do 7° ano do Colégio Rio Branco, Unidade Granja Vianna, realizaram uma atividade utilizando duas faces distintas do Snapchat e produziram poemas. A atividade teve como objetivo trabalhar o gênero Poema e aproximar o aluno da linguagem poética por meio da utilização da tecnologia.

A professora Fabiane Mendes, responsável pela atividade, explicou que esse trabalho possibilitou aos alunos assumirem uma das faces do aplicativo e criarem um eu lírico, produzindo um poema.

Durante as aulas, os alunos aprenderam a diferença entre o eu lírico e o próprio poeta. Entenderam, também, que o eu lírico permiti ao poeta uma liberdade criativa fantástica, possibilitando a ele se passar por qualquer pessoa e retratar qualquer situação. Assim, o poeta pode assumir um eu lírico feminino, masculino, infantil, idoso entre tantos outros. Além disso, os alunos fizeram a leitura de poemas famosos e acompanharam a explanação teórica da estrutura do poema e das figuras de linguagem utilizadas na elaboração dos textos.

Nessa atividade, os alunos-poetas assumiram uma face do Snapchat e produziram poemas pertinentes a essa face e seu contexto, criando um mundo subjetivo para esse “Snap”, explicou a professora Fabiane.

Para finalizar, a professora concluiu que o trabalho apresentado pelos alunos possibilitou não apenas o conhecimento desse gênero textual, mas o desenvolvimento da sensibilidade estética necessária para a apreciação dos poemas.


Os alunos assumiram uma face do Snapchat e fizeram poesias


Agende uma visita

Entre em contato para agendarmos uma visita :-)

 
Enviar