27/05/2014

A Família Riobranquina das alunas Carolina e Julia Setton dos Ramos

Na década de 80, nas saídas das aulas da Unidade Higienópolis do Colégio Rio Branco, Ana Karina Setton Ramos conheceria aquele que, anos mais tarde, viria a ser seu marido, o também ex-aluno riobranquino, João Paulo Ramos. Hoje, mãe das alunas Carolina e Julia Setton dos Ramos, respectivamente do 4º e do 8º ano do Ensino Fundamental, a psicóloga e empresária revive emoções diárias no cotidiano escolar das filhas.

Ana Karina formou-se em Psicologia, mas trabalha com projetos luminotécnicos, ao lado de João Paulo Ramos, formado em Administração de Empresas. Ambos de famílias riobranquinas, estudaram no Rio Branco com irmãos, primos e familiares durante muitos anos.


As alunas Carolina e Julia com os pais Ana Karina e João Paulo

"Estudei do 5º ano do Ensino Fundamental até o Ensino Médio na Unidade Higienópolis, com as primas do meu esposo. Como eu era mais nova, ele se formou primeiro, mas sempre o via, quando ele visitava os amigos", contou.

Anos mais tarde, o casal voltava à escola para matricular as filhas. "Mesmo antes de termos as nossas filhas, já havíamos decidido que elas seriam riobranquinas. E não pôde haver escolha melhor, elas adoram. A Carolina sempre me diz que quer terminar os estudos no CRB".


Carteirinha do pai João Paulo Ramos, que era apresentada para marcação de presença

Desde o maternal no Rio Branco, Carolina e Júlia fizeram teatro, participam do Coral e, sempre dedicadas e focadas nos estudos, já conquistaram o Prêmio Rio Branco.

Já Ana Karina mostrava excelentes desempenhos em quadra. Apaixonada pelas aulas de Educação Física, ela conta que passava os dias e as noites jogando e participando de competições. "E o que é muito legal hoje é que a Celinha, que foi minha professora de Educação Física, hoje dá aulas para as minhas filhas."

A mãe riobranquina conta que quando retornou à escola, nos primeiros dias de aula das filhas, viu-se no contexto de anos atrás, no mesmo lugar, mas, ao mesmo tempo, tão diferente. "Um colégio moderno, com instalações modernas, que desenvolve trabalhos e práticas diferenciadas. O trabalho que é realizado com as crianças surdas, por exemplo, é maravilhoso, bonito de se ver".

Ana Karina conta que foi muito feliz estudando no Colégio Rio Branco, onde fez amizades que duram até hoje e viveu muitas coisa boas. Porém, ressalta as significativas e importantes mudanças ao longo dos anos. "O Rio Branco se preocupa com a formação global dos alunos, não somente com notas. Ajuda a formar cidadãos responsáveis, que se preocupam com as questões sociais e ambientais. Incentiva os alunos a serem participativos e protagonistas de suas escolhas".

Além disso, a mãe e ex-aluna destaca: "É um colégio com as portas abertas. A diretoria, coordenadoria, supervisão, todos estão sempre dispostos a ouvir e ajudar. Eu e minha família adoramos o Colégio Rio Branco".


Agende uma visita

Entre em contato para agendarmos uma visita :-)

 
Enviar