12/04/2012

Ambientes de aprendizagem para o amanhã

A Diretora-Geral do Colégio Rio Branco, Esther Carvalho, participou do programa "Ambientes de aprendizagem para o amanhã", promovido pela Faculdade de Educação e de Arquitetura da Universidade de Harvard, entre 10 e 12 de abril.

Discutindo o papel do ambiente físico da escola como um elemento de influência no processo de aprendizagem, o encontro reuniu arquitetos, engenheiros, designers, gerentes de projetos, diretores de escolas, diretores administrativos, superintendentes de distritos educacionais, professores e gestores de educação básica e de ensino superior da Austrália, Canadá, Colômbia, Estados Unidos, Hong Kong, Índia e Polônia. A presença do Colégio Rio Branco foi a única representação do Brasil no evento.


Diretora-Geral Esther Carvalho com participantes do programa

"Pensar a educação no mundo e para o mundo contemporâneo faz com que emerjam novas questões, necessidades, conceitos e desafios", destacou Esther Carvalho sobre o ambiente escolar. Segundo ela, pensar a interlocução entre arquitetura, pedagogia e cultura e vivenciar a experiência multicultural e multidisciplinar ampliaram o repertório de todos os participantes.

Segundo o professor Daniel Wilson, um dos coordenadores do curso, o objetivo é buscar as próximas práticas e não as melhores práticas, pois é preciso discutir como moldar novas visões de ambientes de aprendizagem pelas últimas pesquisas e práticas em teoria arquitetônica e aprendizagem, tecnologias emergentes, ambientes sustentáveis, colaboração da criança e do adulto, assim como da comunidade.

Para o professor Jonathan Levi, arquitetos e educadores têm que se aproximar para entender a necessidade do outro, pois o arquiteto não entende de fundamentos e propostas educacionais das instituições e os educadores e administradores precisam ter as ideias tangibilizadas por recursos que permitam a visualização do que se propõe.