27/04/2018

Pantera Negra e a questão da representatividade

Os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio da Unidade Granja Vianna foram convidados para uma atividade diferente: assistir ao filme Pantera Negra no cinema e participar de uma discussão no Laboratório de Ciências Humanas.

Durante a roda de conversa, foi debatida a questão da representatividade do negro, por meio da relação entre o filme e os movimentos pelos direitos civis dos negros na década de 1960, nos Estados Unidos.


Os alunos durante discussão no Laboratório de Ciências Humanas

“As figuras de Martin Luther King e de Malcolm X podem ser associadas aos personagens centrais do filme. Fizemos a análise de alguns discursos e de algumas cenas, dando um panorama histórico de quem eram os Panteras Negras, como estava o país na década de 1960, a importância de um filme produzido por negros e o quanto essa história tem representatividade em todo o mundo”, contou o professor de História Caio Mendes.

Também contribuíram para a discussão a professora de Língua Portuguesa e Literatura, Samara, e a professora de História, Laila Antunes, que destacou diversos aspectos da estética, figurino, cenário, caracterização e outras referências do filme.