06/11/2017

Professor de Música é violoncelista na Camerata Ikeda

“Lecionar música é uma experiência incrível, na qual tenho a oportunidade de transmitir, aprender e compartilhar com as crianças nosso patrimônio cultural, tradições, sentimentos e histórias, além de atuar de forma contributiva na formação de cada uma delas”. Essa fala é de Leandro H. S. de Jesus, professor de música do Colégio Rio Branco, na Unidade Granja Vianna, onde conduz o Grupo Musicante, e violoncelista na Camerata Ikeda desde 2007.

A Camerata Ikeda é um conjunto de cordas clássicas da Orquestra Filarmônica Brasileira do Humanismo Ikeda, grupo musical fundado em 1993 pelo filósofo e pacifista japonês Dr. Daisaku Ikeda. A Camerata conta com 25 integrantes, músicos voluntários que realizam apresentações com o propósito de promover a arte e a cultura em prol da paz.

 


Leandro de Jesus é professor de Música do Colégio Rio Branco

O grupo conta com a orientação técnica do renomado pianista e compositor brasileiro Amaral Vieira, tendo realizado apresentações em diversas cidades brasileiras e em conjunto com a Orquestra Filarmônica Brasileira do Humanismo Ikeda, realizou concertos na Argentina, Paraguai, Japão e Estados Unidos.

O professor Leandro explicou que participar de uma orquestra é estar em constante desenvolvimento como ser humano e como músico, pois é necessário ter um alto nível de concentração, energia e sutileza. “O músico de orquestra, mais do que reproduzir uma música, se envolve profundamente com o significado daquela obra, interpretando as ideias e emoções do compositor em perfeita harmonia com o maestro e os demais músicos”, explicou.

Para o professor, o significado de música é uma das mais belas expressões artísticas da humanidade, que toca diretamente o coração das pessoas e, por isso, tem a capacidade de transformá-las.